domingo, 22 de maio de 2011

Ponta da Praia Ao vivo - via celular

Domingo de muito sol em Santos - fortaleza da Barra Grande ao fundo

sábado, 21 de maio de 2011

Clube do Mickey

Enquanto hoje há os canais a cabo Disney Channel, Disney XD, Disney Junior, as crianças da década de 1970 e 1980 contentavam-se a apenas algumas sessões de filmes e desenhos de Walt Disney.

Na Globo, a Disneylândia, uma sessão de filmes e desenhos aos sábados. Veja a abertura:



Já na TV Tupi e posteriormente na TVS e SBT, o Clube do Mickey. A trilha de abertura ainda é lembrada por muita gente. A cena engraçada fica por conta do Pato Donald, que faz questão de ser lembrado também!

Vamos conferir a abertura:



E aqui o encerramento, como a famosa frase "porque... nós gostamos de vocês":

terça-feira, 17 de maio de 2011

Teatro para toda a família:'A Biblioteca Mágica'

A Biblioteca Mágica


Um espetáculo interativo onde ler é uma grande aventura. Basta abrir um livro e deixar-se ir às mais fantásticas aventuras retiradas da "Biblioteca Mágica". 
O Mago dos Livros
Um roteiro cheio de magia envolve a peça do começo ao fim: o Mago dos Livros, com receio de que todo o conhecimento do mundo, reunido em uma biblioteca, caísse em mãos erradas e fosse destruído, evocou um encantamento ocultando dessa forma e por muito tempo, essa Biblioteca especial.

A aventura tem início no momento em que as crianças descobrem. O Grande Livro - um livro mágico falante - que as recebe e as incita para que, juntos, possam desfrutar desse enorme tesouro.

Dos livros surgem as mais fantásticas aventuras: terror, comédia, romance... Tudo é vivenciado pela empolgada plateia que desvenda segredos e resolve mistérios.

Atores, bonecos, máscaras, adereços e uma trilha sonora original unidos numa viagem ao mundo da palavra. As crianças abrem os livros, soltam as histórias e as modificam.
A Biblioteca é viva, é mágica.


Este ano o espetáculo "A Biblioteca Mágica!" de Amauri Alves com a Cia. Histórias do Baú completa 20 anos de sucesso, percorrendo estradas em centenas de cidades brasileiras, na Colômbia e em Portugal. Mais de 500.000 pessoas já assistiram ao espetáculo. E para comemorar, está sendo lançado o livro A Biblioteca Mágica!

Ficha Técnica:
Texto, direção, bonecos e cenografia de Amauri Alves
Elenco - Amauri Alves, Beto Vieira e Fernando Rino
Música original - Flávio Medeiros

A apresentação tem o apoio de:
Miramar Shopping, Gráfica e Editora Vice Rei, Estúdios Flávio Medeiros, Pasta di Toni, Tyrol, Casa das Fotos, Prefeitura Municipal de Santos, Me2 Entertainment, Xis Design Comunicação Visual, AT Comunicação e Produção.

Agradecimentos: Miriam Vieira
Serviço
A Biblioteca Mágica
Curta temporada: dias 28 e 29 de maio de 2011
Horário: 16 horas
Local: Teatro Municipal Brás Cubas
Endereço: Av. Pinheiro Machado, 48 - Vila Mathias, Santos, SP

Mais informações: http://www.amauriproducoes.com.br/home.asp

Assista ao vídeo de divulgação:

terça-feira, 10 de maio de 2011

Aqui, no Passado: Rua Bittencourt em Santos

Na semana passada, na postagem http://www.muitobem.tv/2011/05/duas-fotos-antigas-de-santos-memoria-da.html sobre fotos encontradas em uma edição especial publicada sobre a Telefonia em São Paulo, a foto abaixo gerou dúvidas sobre a sua localização:
Foto da rua Bittencourt, provavelmente nos anos 1940

Fiz uma verificação in loco, no centro de Santos, e aqui está o local: a rua Bittencourt, próximo ao Corpo de Bombeiros. Feijó. Então, o bonde que aparece à direita não está nem na Brás Cubas e tampouco na Conselheiro Nébias, e sim na Senador Feijó.

Veja o comparativo do ontem e hoje em duas fotos:
O mesmo local, em maio de 2011

Aqui uma comparação, com o local atual à esquerda.

O mesmo local, com o local atual à direita.

sábado, 7 de maio de 2011

Bonde Turístico de Santos alcança a marca de 1 milhão de passageiros

Um desfile com a frota de bondes da Linha Turística, no Centro Histórico de Santos comemorou a marca alcançada de 1 milhão de passageiros transportados, desde a inauguração do sistema, em 2.000.

Recentemente a cidade recebeu mais um bonde, desta vez o Bonde 38, que foi da frota comercial de Santos e que estava no Memorial do Imigrante, em São Paulo. Hoje, este bonde, que encontra-se sem motores, fez parte do cortejo de seis bondes e foi rebocado por um dos bondes portugueses. Infelizmente não consegui fotos do Bonde 38. Mas, abaixo, a fotos dos bondes enfeitados para a festa:


O bonde camarão 40 tendo ao fundo a Estação da São Paulo Railway, no Valongo

O bonde camarão sendo seguido pelo bonde português, na Estação da São Paulo  Railway.
Ao fundo, as ruínas do Casarão do Valongo onde será erguido o Museu Pelé

O bonde português, que veio da cidade do Porto, Portugal

Cortejo de bondes

Aqui o bonde italiano, que veio de Turim. Foi reformado nas oficinas em Santos, e está em operação na cidade desde setembro de 2010:

Bonde de Turim, Itália, prefixo 3265


O bonde itialiano que veio da cidade de Turim

O bonde italiano também foi enfeitado para o cortejo de bondes

Bonde italiano prefixo 3265 circulando na linha turística


E mais: acaba de chegar a Santos mais um bonde, vindo de Votorantim, da década de 1920.

Como podemos ver nas fotos, a equipe de restauração terá um grande desafio de restauração pela frente:

Bonde que veio da cidade de Votorantim, SP, que será restaurado

Bonde de Votorantim sendo levado para a garagem dos bondes, no Valongo


E aqui, uma foto do bonde camarão 32, em alta resolução:

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Rádio, Eterna Atração #13: O Fim da Litoral FM

Rádio, Eterna Atração #13: A Voz da Libertação assume a programação da Litoral FM 


por Emilio Pechini*



06.05.2011






O FIM DA LITORAL FM



Após 24 anos de programação diferenciada - MPB, Jazz, instrumental - saiu do ar a Litoral FM, que foi a primeira concessão de rádio em FM da cidade de São Vicente. Em 1987 surgiu a Rádio e Televisão Litoral, ou Litoral FM, a primeira emissora do Grupo Mussi de Comunicações. Os estúdios ficavam na avenida Capitão Mor Aguiar, em São Vicente, e logo chamou a atenção por ter uma programação diferenciada, adulta.

A emissora, sempre em 91,9 MHz cativou um público fiel em todos esses anos e transmitiu inclusive programas de produtoras independentes, como o Digital Jazz, apresentado por Hermano Henning. O jornalismo também se fez presente, com debates, programas culturais e de notícias.

Após anos de poucas mudanças significativas, recentemente a emissora transferiu sua torre de Santos para o alto da Serra do Mar. A Litoral FM então passou a ser sintonizada também no ABCD e em boa parte de São Paulo.

Na noite de ontem, porém, a emissora transmitiu suas últimas músicas e depois ficou em silêncio. Apenas a portadora no ar. Com as mudanças do sistema de transmissão, aparentemente seriam ajustes técnicos.

Porém, hoje os ouvintes foram surpreendidos com o programa A Voz da Libertação, da Igreja Pentecostal "Deus é Amor" no lugar da programação da Litoral FM, em 91,9 MHz.

EMISSORA SUBIU A SERRA "PARA MORRER"

O que parecia uma ousadia - uma emissora da Baixada sendo sintonizada em São Paulo - na verdade era o prenúncio da morte da Litoral FM. Obviamente não foi nada precipitado, apenas não foi divulgado.
Com isso, a programação d'A Voz da Libertação passa a ser transmitida também em FM na Baixada Santista, já que há alguns tempos a igreja também arrendou a tradicional Rádio Atlântica de Santos, em 590 kHz, que tem um sinal que atinge fortemente a Baixada e também o ABCD.

GRUPO MUSSI E SUAS RÁDIOS

Além da Rádio Litoral, o Grupo Mussi ao longo dos anos conquistou novas concessões. A começar pela TV Litoral, canal 52 UHF, educativa. A emissora depois foi vendida para a Universidade Santa Cecília. Em rádios, a emissora conquistou a frequência de 98,1 MHz de Itanhaém, Ilha do Sol FM, que hoje é a 98 A Rádio Rock, na mesma frequência, que continua no ar.
E também a frequência 102,1 MHz de Peruíbe. Neste caso, foi uma das emissoras que mais mudou de cara ao longo dos anos. Band FM, Classic Pan, Mix FM, CBN Litoral, OI FM e, desde o ano passado, arrendada para a Igreja Mundial do Poder de Deus, com o nome de "Sê Tu uma Bênção".

E AGORA?

Os ouvintes que querem ouvir jazz, vão ter que recorrer a CD's e MP3. Pois não há no momento nenhuma emissora que transmita este estilo musical na Baixada Santista. Quanto a MPB, há a Saudade FM 100,7 MHz e a Santa Cecília FM 107,7 MHz. Aparentemente a rádio planeja uma sobrevida via web: o site litoral.fm.br transformou-se em litoraljazz.com, ou seja, exclusivamente via internet.

É UMA PENA...

Infelizmente, uma notícia boa que tivemos da Litoral FM - a subida da Serra - ter se transformado na notícia do fim da emissora.

Litoral FM, Rest In Peace (1987-2011).

Rádio, Eterna Atração é uma coluna do blog Muito Bem! com o objetivo de promover, divulgar e comentar os assuntos relacionados com as emissoras de rádio da Baixada Santista. As emissoras podem divulgar suas promoções, notícias e novidades via e-mail muitobem.tv@gmail.com Comentários e sugestões dos leitores, podem também ser feitos via-email ou através do formulário abaixo. Reprodução autorizada, desde que citada a fonte.

*Emilio Pechini é radialista desde 1986

terça-feira, 3 de maio de 2011

Bolo de Papaia com Cassis

Ums surpresa saborosa: um bolo de Papaia com recheio de cassis. Experimentei neste domingo, na casa de parentes em São Paulo, e não consegui identificar o sabor, que é diferente do que se está acostumado. Pela aparência, pensei que seria um bolo de cenoura ... Supresa: era um bolo de mamão papaia com cassis. Muito bom!


O bolo é da Padaria Palma de Ouro, que fica no bairro da Bela Vista, na capital paulista. Interessante que pesquisei no site www.palmadeouro.com.br e não encontrei o delicioso bolo na lista de produtos. Quem é de São Paulo provavelmente já conhece, mas para mim foi uma grata surpresa.

E, que fique claro que esta postagem não é publicidade da padaria em questão. E sim, uma dica. Valeu!


Duas fotos antigas de Santos - Memória da Telefonia em São Paulo

Lendo um livro impresso que era uma edição histórica sobre a telefonia em São Paulo, duas fotos históricas da cidade de Santos em meados do Século XX:
Os postes após um temporal

A foto acima registra como ficaram os postes de telefonia em Santos após um temporal.
Identificando a rua, parece o castelinho onde era o Corpo de Bombeiros seria a rua Bittencourt.

À princípio a imagem torna-se confusa já que estamos acostumados com a avenida Senador Feijó como sendo uma avenida larga, mas na época, ainda era uma rua estreita.

Porém, ainda pode ser também a rua Sete de Setembro, já que havia também um castelinho na avenida Conselheiro Nébias. Que também já foi estreita...



Note também um bonde à direita, e abaixo no detalhe:
Detalhe do bonde, vindo da Rua Brás Cubas, prestes a cruzar a Bittencourt. Ou seria a avenida Conselheiro Nébias?


Uma outra foto, agora na época provavelmente nos tempos da The City of Santos Improvements Company:

Entrada da Garagem de bondes na Rua João Éboli
Na rua João Éboli, um caminhão da companhia telefônica, com um rolo de cabos Pirelli bem na porta de saída dos bondes. Note, na parte de cima da foto, os cabos da rede aérea alimentadora dos elétricos.
Posteriormente, com a instalação dos trólebus, esta saída justamente passou a ser utilizada pelos novos veículos, já pelo S.M.T.C. em 1963.
Abaixo, uma foto de 2004 que ainda tinha uma rede aérea de trólebus instalada, no mesmo local da foto acima:
O mesmo local, em 2004, que ainda tinha parte da rede aérea dos trólebus


Com relação ás duas fotos antigas, não foi possível determinar a época em que foram tiradas, mas quem sabe as mesmas apareçam em outro arquivo, datado.

ATUALIZAÇÃO DO BLOG:


Veja o local da foto da rua Bittencourt nos dias de hoje na postagem:
http://www.muitobem.tv/2011/05/aqui-no-passado-rua-bittencourt-em.html

Uma volta ao passado com a maquete do antigo Hotel Parque Balneário

O antigo Hotel Parque Balneário, na década de 1940

Em breve a história de Santos terá mais um elemento que resgatará uma imagem que sumiu da paisagem do Gonzaga, há mais de 30 anos: o antigo Hotel Parque Balneário.
Graças a um esforço de pesquisa, dedicação e talento, o maquetista Pedrolandi Fernandes Sestari está construindo uma maquete que trará de volta à lembrança de um dos mais importantes imóveis históricos do século XX em Santos.

PARQUE BALNEÁRIO - HOJE

O atual complexo do hotel e shopping
O conjunto de prédios do antigo Hotel Parque Balneário deram lugar a um moderno conjunto de edifícios residenciais na avenida da praia e também ao conjunto formado pelo atual Shopping e ao Hotel, que conservam o nome Parque Balneário.

Estima-se que 500 mil pessoas utilizam o espaço mensalmente, que gera centenas de emprego nas cerca de 160 lojas do centro comercial que recentemente ganhou um terceiro pavimento, que abriga o novo Espaço Gourmet e, no futuro, cinemas, teatro e fast food, conforme está anunciado no local.

O atual Parque Balneário Hotel tem em seu saguão de recepção duas artes esculpidas em mármore, sendo de um lado o aspecto das antigas instalações do antigo Parque Balneário e, de outro, como é nos dias de hoje. O hotel hoje pertence ao Grupo Mendes.


O ANTIGO PARQUE BALNEÁRIO


Em outros tempos e outras características da cidade, o local movimentou a elite santista e também os turistas.
Em 1912 a família Fraccarolli adquiriu o antiga instalação existente, e realizou uma grande ampliação que ficou famosa e prestigiada pela elite santista.
Nos anos 1920 havia um enorme letreiro com a inscrição "Kursaal" (balneário para tratamento de saúde, nos moldes dos resorts alemães), visando atrair as pessoas que estavam em navios na barra de Santos.
Na época, o grande apelo turístico eram as "águas mais puras e cristalinas da praia do Gonzaga, para a oxigenação e recuperação da saúde". E também "o perfeito serviço de bondes, que serviam a avenida Ana Costa".
Também o cassino do Parque Balneário era um dos mais importantes do Brasil. Mas, em 1946, o presidente Eurico Gaspar Dutra proibiu o jogo no Brasil, que foi um duro golpe para o estabelecimento. Mas, com o crescimento do turismo em Santos, com a inauguração da Via Anchieta em 1947 o hotel manteve-se como um grande balneário.

Em 1970 o hotel era sede do Santos Futebol Clube
Nos anos 1960, com as crises que assolaram o país, o Parque Balneário entrou em decadência.

Em 1966 a família Fraccaroli vendou as instalações para o Santos Futebol Clube, que o transformou em sua sede social. Eram famosos os bailes de carnaval do clube, e lá também haviam festas de formatura e de gala. Os salões de Mármore e Dourado recebiam artistas e shows musicais.

Mas, poucos anos depois, problemas com o pagamento do imóvel fizeram com que os Fraccaroli retomassem parte do hotel. Assim, em agosto de 1972 anúncios foram publicados nos jornais, sobre a venda do complexo, enfatizando que metade era da família Fraccaroli e a outra metade, do Santos Futebol Clube.

Anúncio em cores publicado...

Ainda em setembro de 1972 houve um dos últimos eventos no local, a comemoração dos 150 anos da Independência do Brasil, o Sesquicentenário.

...no jornal Cidade de Santos, em agosto de 1972

Enfim, o antigo Parque Balneário foi vendido para o Grupo Cláudio Doneux que ali planejava construir um moderno complexo turístico e residencial.

Em junho de 1973 começou a demolição dos antigos prédios, para então ser dada início à construção dos edifícios residenciais, do shopping e do hotel de nível internacional. Apenas um dos prédios não foi demolido, que ficava nos fundos do complexo, na esquina das ruas Fernão Dias e Carlos Afonseca, e que ainda existe no local.



Em 1977 foi inaugurado o Parque Balneário Center, hoje Shopping Parque Balneário, e o Hotel Holiday Inn, depois chamado de Parque Balneário Hotel.

O ANTIGO BALNEÁRIO RENASCE, EM FORMA DE MAQUETE



Baseando-se em pesquisas em fotos, depoimentos e textos o maquetista Pedrolandi Fernandes Sestari empreendeu seu novo projeto histórico: o antigo Hotel Parque Balneário. Vale lembrar que o profissional já reproduziu em escala bondes e prédios como o Teatro Guarany, a Estação da São Paulo Railway, entre outros elementos históricos de Santos.

Aqui algumas imagens do estágio atual da construção da maquete:

Vista superior da maquete, ainda em fase de construção


A lateral

A maquete, sendo à esquerda o lado da rua Fernão Dias, e a face principal que dava frente para a avenida Ana Costa.

Vamos aguardar a finalização do trabalho da maquete do Parque Balneário.

Conheça mais sobre o trabalho do maquetista Pedrolandi Fernandes Sestari no blog http://maquetesdesantos.blogspot.com/

Veja também:


MATÉRIA NO SITE PORTOGENTE SOBRE O ANTIGO PARQUE BALNEÁRIO
http://www.portogente.com.br/texto.php?cod=13674


SÉRIE DE ARTIGOS NO SITE NOVO MILÊNIO
http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0183.htm


BLOG DO ATUAL SHOPPING PARQUE BALNEÁRIO
http://shoppingbalneario.blogspot.com/


MATÉRIA NO SITE REVISTA SANTISTAS SOBRE AS MAQUETES
http://revistasantistas.wordpress.com/2010/09/22/o-passado-em-miniatura/


MATÉRIA NO MUITO BEM! SOBRE AS MAQUETES DE PEDROLANDI 
http://www.muitobem.tv/2009/07/maquetes-do-centro-historico-de-santos.html

segunda-feira, 2 de maio de 2011

'Teatro ao Meio-Dia' é opção cultural no Centro Histórico de Santos

Luiz Fernando Almeida em Dama da Noite

Com o objetivo de despertar e incentivar os trabalhadores, transeuntes e moradores da área central histórica de Santos, o interesse de assistir e incluir a cultura, através do espetáculo teatral, como cardápio alternativo no horário de almoço, durante a semana a Superbacana Produções em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Secretaria de Turismo de Santos lança o projeto Teatro ao Meio Dia que terá sessões gratuitas do espetáculo Dama da Noite sempre as quintas e sextas-feiras à a partir do dia 05 de maio, 12h.

Como o espetáculo tem duração de 35 minutos, é uma ótima opção para quem quer relaxar no seu horário de almoço” – afirma o diretor Andre Leahun.

Tendo em vista toda a movimentação que o centro da cidade promove nos dias atuais através dos incentivos de revitalização, dar novo uso às edificações antigas, promovendo à cultura aos trabalhadores daquela região e recriando um pólo de diversões no Centro, num horário alternativo capaz de revigorar a atividade econômica, social e cultural da cidade.

Empresas, escolas e pessoas interessadas em reservar para grupos podem entrar em contato pelo email: superbacanaproducoeseventos@gmail.com“A temporada acontece até 30 de Junho mas a ideia é dar continuidade ao projeto abrindo para temporadas de outros espetáculos”- conta Luiz Fernando Almeida da Superbacana Produções, idealizador do projeto.

DAMA DA NOITE

O texto  do escritor brasileiro Caio Fernando Abreu estreou no fim de semana passado e permanece em cartaz também aos sábados as 21h e aos domingos das 18h.
A fala da personagem ecoa e traz consigo a força de milhares de outros corpos, almas, pessoas que se encontram na mesma situação niilista, se sentindo ‘por fora do movimento da vida’, como diz a mesma personagem. É o eco-reflexo  de uma multidão que aprisiona seus sentimento e suas angústias por se encontrarem em um mundo que ainda não aprendeu a respeitá-los. “Dama da Noite”  é um porta voz de tantas outras vozes. É uma boca que, aberta, emana o grito aprisionado  de um sem-número de bocas que encontraram no silêncio sua melhor fantasia, não por escolha, mas por medo, incompreensão ou falta de uma outra – e mais digna – opção. (“Olha bem pra mim – tenho cara de quem escolheu alguma coisa na vida?“)

CASARÃO SANTA CRUZ

O local escolhido para a temporada é o “Casarão Santa Cruz”, espaço cultural que funciona em um sobrado na Rua General Câmara 99.  Lá, há atmosfera introspectiva e intimista necessária para o espetáculo, que será aberto a uma plateia de 25 espectadores por sessão.  Além disso, o endereço, bem como outras ruas e avenidas do Centro Histórico, serve de palco para a atuação de personagens reais que transitam nas noites da cidade, as quais se assemelham à nossa ‘dama da noite’.  Estas, inclusive, colaboraram no processo. Ambientado como uma residência, que também pode ser um bar, um nigth club ou o que a imaginação do espectador permitir, as 25 pessoas do público serão conduzidas a uma experiência de troca. Por mais que seja um monólogo, a encenação não é unilateral, sendo o texto colocado de maneira a se tornar um diálogo com a plateia. Assim, se garante que cada apresentação seja única. Veja onde fica o espaço cultural:


Exibir mapa ampliado


Em cena estará o ator e produtor cultural Luiz Fernando AlmeidaL, que iniciou no teatro em 1990, e dedicou-se à carreira em São Paulo, sempre dividindo seu tempo no paradigma atuar/dividir. É proprietário da Superbacana Produções. Recentemente foi premiado com o Prêmio Plínio Marcos – Melhor Ator Coadjuvante - pelo espetáculo “Quando os Olhos se Fecham” (2009) e no XVIII FESTAC (Festival de Teatro de Cubatão) – Melhor Ator Coadjuvante - pelo espetáculo “O que terá Acontecido a Rosemary?” (2010). Neste projeto, anseia pela montagem de um monólogo, o que é para ele um delicioso e instigante desafio.
A direção é de André Leahun, artista respeitado na cidade, que vem ao longo de sua carreira insistindo na produção local. Recentemente, obteve grande sucesso de público e de crítica com a direção do espetáculo “O que terá acontecido a Rosemary?”, atualmente em cartaz.

Serviço

O quê?
Dama da Noite de Caio Fernando Abreu
Com Luiz Fernando Almeida
Direção: Andre Leahun
Quando?
Quintas e Sextas-feiras ao meio-dia  ENTRADA FRANCA
Sábados as 21h/Domingos as 18h
Quanto? 
R$10,00 (meia entrada) R$ 20,00 (inteira)
Ingressos Antecipados na Realejo Livros (Rua Marechal Deodoro, 2 – Gonzaga)
Onde?
Casarão Santa Cruz
Rua General Câmara 99 – Centro - Santos
Capacidade: 25 pessoas
Informações/Reservas: 13 7808 8696


Agradecimentos: Superbacana Produções
Este blog é mantido parcialmente através de anúncios gerenciados pelo Google, UOL e Lomadee.