domingo, 21 de agosto de 2011

Trólebus histórico FIAT: na Argentina, um sonho realizado. Um exemplo para Santos

Trólebus FIAT em Rosario, após a reforma em 2011
Tal como a cidade de Santos, no Brasil, a cidade de Rosario, na Argentina iniciou seu serviço de trólebus no início da década de 1960 com trólebus FIAT italianos que serviram a população das duas cidades durante décadas.

Em Rosario, foram adquiridas 40 trólebus FIAT Alfa-Romeo C.G.E., idênticos aos que eram utilizados em Montevideo, Uruguai. Já em Santos foram adquiridas 50 unidades também fabricadas pela FIAT Alfa-Romeo Marelli Pistoiese  praticamente iguais aos de Montevideo.

Trólebus FIAT de Santos em 1968
As semelhanças entre os trólebus de Santos e de Rosário não param por aí: atualmente as duas cidades continuam com o serviço de trólebus.

Em Santos a frota é composta de 6 veículos nacionais fabricados pela Mafersa, em 1987, na linha 20, operados pela empresa concessionária Viação Piracicabana, que entraram em operação em janeiro de 1988.

Já em Rosario, a frota é de 20 unidades fabricadas pela empresa brasileira Marcopolo em 1987, na Linha K, operadas por empresa municipal, que entraram em operação na cidade em 1994.

Em 1996 a prefeitura de Santos resolve leiloar 24 antigos trólebus FIAT restantes. O mesmo ocorre em Rosario, em 1999 quando são leiloados em 27 unidades. Curiosamente cada cidade acabou ficando com uma unidade em suas garagens. Em Santos, o antigo FIAT havia sido usado como Biblioteca Volante, convertida a diesel. Já o de Rosario, ficou preservado para possível uso histórico.

Em 2009, tanto em Santos como em Rosario houve a proposta de tombar o sistema de trólebus, como patrimônio histórico.

UM SONHO REALIZADO EM ROSARIO

Trólebus Histórico de Rosario: resgate exemplar


Em Rosário, uma cidade com quase 1 milhão de habitantes, realizou recentemente um projeto de restauração em um antigo trólebus FIAT, idêntico aos da antiga frota santista. O trólebus, adquirido pelo município argentino em 1961, circulou até o ano de 1984, aproximadamente.

Logo quando foi retirado do serviço, ficou reservado por solicitação da Asociación Rosarina Amigos del Riel (A.R.A.R.). No caso, Riel é o termo em espanhol para Ferroviário, em português.

Esta entidade realizou uma paciente coleta de peças de reposição de outras unidades já sucateadas, e o conservou até o ano de 1998, quando as autoridades municipais solicitaram retirar o trólebus das instalações onde se encontrava.
O interior do trólebus de Rosario, na reforma
Após várias mudanças de local, e o lamentável saldo de atos de saqueamento e vandalismo, com a nova gestão municipal foi possível retornar o trólebus às garagens municipais.
Em 2005, a empresa municipal de transportes coletivos de Rosario manifestou o interesse em restaurar o trólebus e para isso o levou para a garagem da linha "K". No entanto, por problemas econômicos o projeto foi adiado até o início de 2010, quando se decidiu revitalizar este veículo histórico.

Os materiais necessários haviam sido doados por habituais fornecedores de materiais e peças da empresa municipal (a S.E.M.T.U.R. - Sociedad del Estado Municipal para el Transporte Urbano de Rosario), e a mão de obra, realizada por pessoal próprio. Por sua vez, a A.R.A.R. assessorou e providenciou a documentação técnica, incluindo a solicitação da co-irmã uruguaia Asociación Montevideana de Estudios del Transporte (A.M.D.E.T.).

A partir de maio de 2010, o pessoa da unidade de Gestão Elétrica da SEMTUR deu início aos trabalhos da reforma integral do trólebus FIAT/Alfa–Romeo/C.G.E., que integrou a frota municipal com o prefixo 39.
As plaquetas da FIAT e da CGE. Note o detalhe de uma das campainhas do trólebus.
Um ano após o início da reforma, no dia 4 de maio de 2011 foi inaugurado o Trólebus Histórico de Rosario. Grande público e autoridades prestigiaram o evento, e atualmente o trólebus circula em eventos especiais na cidade.


Assista a imagens do Trólebus Histórico FIAT de Rosário, circulando na cidade:







SANTOS TEM UM FIAT: FUTURO INCERTO

A história acima poderia - e pode - ser realizada em Santos. Tal como Rosario, Santos ainda tem um exemplar FIAT em sua garagem municipal.

Em Santos, os trólebus italianos serviram a cidade de 1963 a 1996, tendo havido em 1980 uma reforma da metade da frota original restante na cidade.
Hoje se tem notícia de apenas dois exemplares que ainda poderiam ser reformados e voltar a circular na cidade: um deles, em uma propriedade particular, em Conchal Paulista, São Paulo.

E o outro, que encontra-se na garagem da prefeitura de Santos, em condições bastante precárias.
Mas, assim como Santos restaurou bondes, está na hora da cidade dar atenção a este verdadeiro tesouro que se encontra praticamente esquecido.

Trolebus FIAT de Santos na garagem da prefeitura: planos de preservação ainda não estão em prática

Esperamos um dia que, assim como decidiu-se restaurar-se bondes, também o façam com esta relíquia.

Trólebus da frota santista, na garagem da prefeitura
Um detalhe: estas duas fotos do antigo trólebus FIAT em Santos são de 2007.


TRÓLEBUS ROSARINOS E BUSES ROSARINOS

As imagens acima foram obtidas no site Trolebuses Rosarinos, onde se encontram uma série de imagens antigas e atuais dos trólebus na Argentina. Visite:
http://trolebusesrosarinos.blogspot.com/

Já os vídeos foram produzidos peo site Buses Rosarinos. Conheça a história dos Trólebus de Rosario no site http://www.busesrosarinos.com.ar/trolebus/TROLEBUS.htm (em espanhol).

Um comentário:

  1. Ainda há trólebus em atividade na Argentina? Em quais cidades?

    ResponderExcluir

MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS ATIVADA. Comentários poderão não ser publicados, a critério do autor (como, por exemplo, texto ofensivo e/ou citando terceiros) Atenção: comentários que contenham links, e-mail, endereços ou telefones não serão publicados.

Este blog é mantido parcialmente através de anúncios gerenciados pelo Google, UOL e Lomadee.